Se os robôs precisam ajudar em locais mais sensíveis como hospitais e lojas de conserto de telefones ou relógios, eles precisarão de um toque leve. E o que é mais leve do que não tocar? Os pesquisadores criaram uma pinça que usa ultrassom para suspender um objeto no ar tornando-o adequado para as tarefas mais delicadas de movimentação de cargas.

Movimentação de cargas delicadas

A tecnologia funciona com uma variedade de minúsculos alto-falantes que emitem som em frequências e volumes controlados com muito cuidado. Eles produzem uma espécie de onda de pressão estacionária que pode sustentar um objeto ou, se a pressão vier de várias direções, mantê-lo no lugar ou movê-lo.

Esse tipo de “levitação acústica”, como é chamado, não é exatamente novo – vemos que está sendo usado como um truque aqui e ali, mas até agora não houve aplicações práticas óbvias. Porém, quando aplicada a um dispositivo de movimentação de cargas onde objetos minúsculos devem ser movidos se torna altamente interessante para o mercado.

Um pequeno componente elétrico, ou uma minúscula engrenagem ou rolamento oleado para um relógio ou micro-robô, por exemplo, seria idealmente mantido sem contato físico, pois esse contato poderia transmitir estática ou sujeira a ele. Portanto, mesmo quando as garras robóticas estão à altura da tarefa, elas devem ser mantidas limpas ou isoladas. A manipulação acústica, no entanto, teria significativamente menos possibilidade de contaminação.

Quando pensamos em robôs trabalhando em fábricas e linhas de montagem, geralmente imaginamos grandes braços robóticos movendo componentes pesados. Mas também há automação para pequenos materiais frágeis, exigindo o toque mais leve para se mover. Não há problema: os robôs poderão em breve mover objetos sem tocá-los.

O problema é que não é óbvio exatamente qual combinação de frequências e amplitudes é necessária para suspender um determinado objeto no ar. Portanto, grande parte deste trabalho foi o desenvolvimento de software que pode ser facilmente configurado para funcionar com um novo objeto ou programado para movê-lo de uma maneira específica – girando, girando ou movendo-o de acordo com a ordem do usuário.

Um protótipo funcional está completo, mas os pesquisadores do Instituto Federal Suíço de Tecnologia de Zurique planejam pesquisar em vários setores para ver se e como esse dispositivo poderia ser útil para eles. A relojoaria é obviamente importante na Suíça, e as peças são pequenas e sensíveis ao toque.

Como um relojoeiro usaria um braço tão robótico? Como um projetista de robôs microscópicos ou um bioquímico? O potencial é claro, mas não necessariamente óbvio.

Links úteis

https://techcrunch.com/2020/01/22/this-ultrasonic-gripper-could-let-robots-hold-things-without-touching-them/