COMPARANDO OS DADOS DE 8 FERRAMENTAS DE SEO

Você já teve um cliente ou um chefe que apontou as diferenças entre as ferramentas de SEO que você usa? Curta o vídeo e assista até o final para saber as diferenças entre 8 principais ferramentas usadas para medir SEO do mercado.

Como um profissional responsável pelo SEO, é difícil ouvir quando falam: “Bem, todas essas ferramentas medem as coisas de maneiras diferentes e nunca são 100% … e por aí vai…”

Para quem não é SEO, isso parece uma desculpa conveniente para responder a uma pergunta simples: “Por que você não pode me fornecer dados precisos?”

Para responder a essa dúvida comparamos os diferentes resultados entre as ferramentas para determinar se havia consistências ou generalizações que podem ser feitas ao relatar e tomar decisões.

Analisamos oito ferramentas, preste atenção se você usa SEMrush ou Moz ou Ahrefs ou SpyFu ou Sistrix ou Mangools ou SERPstat ou Ubersuggest. Esse vídeo é para você.

Por exemplo: quero que um SEO seja capaz de dizer: “De acordo com o SEMrush, esse é o número total de palavras-chave da primeira página que você classificou.

Lembre-se de que o SEMrush, em média, relata um número 25% menor (ou maior) de palavras-chave do que a ferramenta média de SEO. ”

Também queremos demonstrar que os dados das ferramentas de SEO não devem ser considerados ao pé da letra, mas sim para uma ampla identificação de tendências e análises rápidas e sujas de concorrentes.

Não temos a de favorecer ou desacreditar nenhuma ferramenta de SEO em particular. Todos eles têm pontos fortes e fracos e, quando usados para se complementar, podem ser bastante poderosos. Neste teste, estamos vendo apenas três resultados, por isso é importante entender essas limitações.

Olharemos links para o domínio raiz, rankings de palavras-chave e tráfego estimado.

Analisando links para o domínio raiz, nós mantemos controle sobre o número e a qualidade dos domínios raiz vinculados aos nossos domínios porque fortes perfis de backlink estão relacionados ao potencial de classificação.

Também monitoramos os perfis de backlink de nossos concorrentes para fins de benchmarking.

Portanto, se você pretende comparar seu site com seus concorrentes, será um benefício adicional saber se a ferramenta que você está usando normalmente informa um número menor ou maior do que outras ferramentas.

Comparando as ferramentas, a Moz tende a relatar um número significativamente maior de domínios raiz do que a mediana. O Ubersuggest parece relatar consistentemente um número menor de domínios raiz do que a mediana.

Em média, Moz e Ahrefs relataram um número maior de domínios raiz do que os concorrentes. SEMrush relatou quase exatamente na mediana. Mangools, SERPstat e Ubersuggest relataram relativamente menos domínios raiz do que a mediana.

Com esses dados, podemos dizer que é provável que o Moz e o Ahrefs reportaram mais domínios raiz com links do que as outras ferramentas, enquanto o Ubersuggest e até certo ponto SERPstat reportaram menos domínios raiz com links.

Isso torna uma ferramenta melhor do que outra? Não necessariamente, mas com certeza adiciona contexto.

Os vencedores na categoria links para o domínio raiz são Moz e Ahrefs.

Analisando os Rankings de palavras-chave, talvez a métrica mais acessível e interessante para nossos clientes e chefes seja a classificação de palavras-chave.

Todos querem saber para quantas palavras-chave seu domínio está classificado e como isso se compara a seus concorrentes.

Um amplo conhecimento da propriedade de palavras-chave em seu espaço pode lhe dizer muito sobre o tamanho de seu cenário de pesquisa e como você se sai.

Se você pensar no cenário de palavras-chave como o tamanho do seu mercado e na propriedade das palavras-chave como a participação no mercado, terá um entendimento mais sólido de onde está agora e onde deseja estar no futuro.

Porém, as ferramentas de SEO são muito limitadas em sua capacidade de relatar esses números com precisão. Embora sofisticadas, essas ferramentas dependem da coleta de dados do Google para gerar dados.

E a qualidade da saída de dados depende muito do poder da ferramenta de scraping e do tamanho de seu banco de dados.

Neste ponto os dados variam muito de ferramenta para ferramenta.

Em média, Moz relatou 2,5 vezes mais palavras-chave do que a mediana. Os Ahrefs ficou no meio, seguido do SEMrush, depois SpyFu.

É difícil dizer, porque estamos tentando tirar um instantâneo de um alvo em movimento. Palavras-chave entram e saem constantemente dos 10 principais resultados.

E em qualquer dia, uma ferramenta pode mostrar uma classificação de palavra-chave na posição 9, enquanto outra pode colocar simultaneamente a palavra-chave na posição 11.

As ferramentas de SEO acumulam suas classificações de palavras-chave ao longo de meses e anos. Ou seja, uma de suas ferramentas pode mostrar que você atualmente se classifica para uma palavra-chave que ninguém pesquisa há anos, nem impressões geradas.

Esse é o motivo pelo qual uma ferramenta de palavras-chave que usamos há anos pode relatar que ainda classificamos coisas que ninguém pesquisa mais, como “Técnicas de pesquisa de palavras-chave 2017”.

Portanto, em qualquer mês, apesar dos melhores esforços de qualquer ferramenta, você pode ver apenas uma fração do número verdadeiro.

Mas isso significa então que as ferramentas de SEO não estão fazendo um bom trabalho? Não, não é bem isso.

Na verdade, essas ferramentas certamente priorizam palavras-chave significativas e de alto volume em seu banco de dados em vez de termos de cauda mais longa com volume de pesquisa significativamente menor.

Mas também significa que precisamos avaliar suas limitações e entender que os números que estamos vendo não são perfeitamente precisos.

Outro lembrete de que devemos usar ferramentas de SEO para análise macro, que nos dará uma visão ampla das tendências e benchmarking competitivo.

O vencedor para a categoria rankings de palavras-chave é a Moz.

Por fim analisamos o tráfego estimado, algumas ferramentas de SEO tentam estimar a quantidade de visitantes orgânicos mensais que um domínio gera.

Semelhante ao estudo anterior, estimar o tráfego de pesquisa orgânica pode ser uma prática útil de benchmarking do concorrente e é uma métrica incrivelmente acessível para os clientes.

Infelizmente para este estudo, não existem muitas ferramentas por aí que fazem isso. E menos ainda que o façam com precisão.

Neste caso, a precisão é fundamental. Em média, os Ahrefs relataram números de tráfego estimado muito mais baixos do que SimilarWeb e SEMrush.

A SimilarWeb pode relatar estimativas de tráfego um pouco mais precisas. O Ahrefs pode subestimar o tráfego em alguns casos.

E o vencedor da categoria tráfego estimado foi a SimilarWeb.

Com base nestas análises você pode deve dizer a seus clientes que as métricas relatadas nessas ferramentas não devem ser consideradas ao pé da letra.

Eles devem ser usados para análise de tendências gerais e propósitos de benchmarking da concorrência. Usado corretamente, cada uma dessas ferramentas pode ser extremamente perspicaz.

Usados incorretamente, eles podem ser extremamente enganosos.

E você? Que ferramentas utiliza para medir seu ambiente digital e como prefere acompanhar essas métricas?

Comente abaixo queremos saber sua opinião.

Aproveite e assine o canal, ativando o sininho para ser notificado sobre novos conteúdos. Assim você ajuda o algoritmo do YouTube a levar esse conteúdo para mais pessoas e nos incentiva a melhorar os conteúdos para discutirmos a melhoria saudável da internet.

Mais conteúdos sobre tecnologia você encontra no instagram @incucaviva.

Até mais!