A web foi o salto tecnológico mais significativo em gerações, cujo potencial parecia ilimitado – e ela permaneceu mais ou menos com a mesma cara por mais de uma década. O Twitter e o Facebook podem parecer diferentes comparados com o que eram em 2009, mas não tão diferentes. Parece que alcançamos uma espécie de estagnação, e não está claro o que poderia mudar isso.

Internet em 2030 segundo Sarah J. Jackson

Professora Presidencial Associada da Escola Annenberg de Comunicação, Universidade da Pensilvânia

“A internet em 2030, a forma da internet dependerá totalmente se defensores e formuladores de políticas de justiça puderem restabelecer e fortalecer a neutralidade da rede.”

Segundo Brian McCullough

Apresentador do Podcast Techmeme Ride Home e autor de Como a Internet aconteceu: do Netscape ao iPhone

“Até que ponto veremos a Internet se fragmentar em uma galáxia de diferentes ‘internets’ com base nas leis locais e até nos costumes?”

Segundo Sarah Ann Oates

Professora e pesquisadora sênior de jornalismo da Universidade de Maryland, cujas pesquisas se concentram na mídia e democratização, especialmente o papel da internet em estados não-livres

“As pessoas estão menos interessadas em uma internet genérica e muito mais orientadas para comunidades e experiências online menores e mais íntimas”.

Segundo Nicole Starosielski

Professora Associada de Mídia, Cultura e Comunicação da Universidade de Nova York, cuja pesquisa se concentra na distribuição global de mídia digital e a relação entre tecnologia, sociedade e ambiente aquático. Ela é autora de The Undersea Network.

“Em 2030, a internet será debaixo d’água.”

Internet em 2030 segundo Melissa Terras

Professora do Patrimônio Cultural Digital na Universidade de Faculdade de Artes, Humanidades e Ciências Sociais de Edimburgo e Diretora do Centro de Edimburgo para Dados, Cultura e Sociedade

“É provável que… tenhamos um ambiente digital cada vez mais bloqueado, onde os usuários também entendam que todas as atividades que realizam podem e serão rastreadas e monetizadas”

Links úteis

https://gizmodo.uol.com.br/como-sera-internet-2030/